PCP #02 – bicampeões da fé

Uma coisa importante que todos devem saber sobre mim é que eu sou corinthiana. Isso quer dizer que, religiosamente, rezo todas as noites ao Pai Cássio que está nos céus. Imunizado seja vosso gol. Ontem teve reprise do jogo que trouxe pra Itaquera o segundo troféu do Mundial de Clubes. O ano era 2012, Corinthians x Chelsea no Japão. Nosso time tinha um Guerrero. Ralf também tava em campo, o que deve explicar a devoção de alguns corinthianos por esse jogador, que mais parece um cone, mas segue em campo.

Assim que terminei de assistir o jogo, em puro êxtase, adicionei, em caixa alta, à minha lista de tarefas: VESTIR A CAMISA DO TIMÃO! Agendado pra hoje, às 8h15, hora que estou saindo do banho. Visto a camisa do Timão. Encontro uma playlist incrível de músicas sobre o Corinthians e dou play pra tocar enquanto tomo meu café. Descubro que o Paulo Novaes também canta sua alma alvinegra. Tem que saber respeitar que a gente pôde chegar. Eu sou Corinthians, e grito, EU SOU BICAMPEÃO! A música é mela cueca, mas cheia de verdades. 

Eu adoro de música mela cueca. E, por mela cueca, entenda que falo de músicas de diversos gêneros: MPB, folk, voz e violão, funk melódico… E eu nem sei o que é funk melódico. Mas não tem nome de coisa que dá pra dançar com a mão pra fora da janela do carro? Queria colocar a mão pra fora da janela do carro. Pois no Corinthians é assim: quando parece que é o fim, a gente mostra o que é ser campeão! 

Abro o organizador no meu computador e começo: revisar o calendário, olhar a lista de tarefas, checar o bullet journal e enviar a pauta para a equipe. Quando é o próximo jogo? Nova tarefa: procurar quando teremos reprises de clássicos. Talvez tenha no Globoplay, ou no Premiere. Meu cunhado me passou a senha, anotei no arquivo de senhas dos outros, dentro da pasta de Senhas e Códigos de Acesso. Tem que ter fé que vai virar, aquela bola vai entrar e a Fiel vai explodir de emoção. Um arrepio me passou pela espinha só de lembrar o grito uníssono da torcida cantando que é sangue no olho, é tapa na oreia, é o jogo da vida E O CORINTHIANS NÃO É BRINCADEIRA!!!!!!! Adicionei outra tarefa: fazer uma lista de jogos disponíveis no Premiere que quero assistir. Em seguida, outra: planejar quando assistir cada jogo. 

Entrei em reunião cantarolando um salve o Corinthians, camisa do Corinthians e uma xícara do Corinthians cheia de café – poderia ser cerveja, mas seria socialmente inaceitável. 

–  Camisa bonita. – me disse algum outro corinthiano, cujo vídeo ainda não tinha sido carregado. Não reconheci a voz. As iniciais eram AM. Poderia ser o André ou o Ângelo.
– Tô com saudade até de sofrer. Rezo pro Cássio toda noite.
– Amém, irmã. – pela resposta, era o André.
– Assistiu o jogo ontem? – tava doida pra comentar, pensei em sugerir um poropopó virtual.
– Não. Tenho dois filhos. Assisti Mundo Bita.
– Todo mundo assiste esse negócio?
– Todo mundo de 0 a 7 anos, sim.
– Idade mental conta?

Silêncio.

– Vai Corinthians, então – eu tentei.
– Mas eu lembro, como se tivesse visto ontem, daquele gol do Guerrero no auge da esperança…
– Dá até palpitação, né?
– Uma vontade de gritar…

Era a hora. Eu abri a boca pra gritar o poropopó. Alguém, que não estava feliz com o diálogo, cortou:

– E aí, pessoal, todo mundo já entrou? Podemos falar da pauta?

Mandei um chat privado pro AM:

– Ele deve ser palmeirense.
– Flamenguista.
– Dor recente. Normal.

< anterior | sobre o pcp | playlist com todas as músicas citadas no pcp | próximo >

Autor: giovanna marques

percebo as coisas com atraso e escrevo tudo pontualmente.

3 comentários em “PCP #02 – bicampeões da fé”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s